Blog is a losing game.


Você não vale nada, mas eu gosto de você

As discussões sobre a obrigatoriedade do diploma diminuiram um pouco, mas ainda há muito debate a se fazer, principalmente nas universidades.

Por isso, venho sugerir esse vídeo que mostra o ponto de vista de professores da UFF sobre o tema. Entre uma opinião e outra, alunos e os próprios acadêmicos cantam a música “você não vale nada”, da banda forrozeira Calcinha Preta. É, aquela música da Norminha de “Caminho das Indias” mesmo. Afinal, o diploma não vale mais nada.

Anúncios

#diplomafail

Diploma

Algumas opiniões bem interessantes sobre essa questão da não-obrigatoriedade do diploma para jornalista:

Go to Heaven

Olhômetro

Flores na Janela

Eu termino a faculdade  de jornalismo no fim do ano.  Não foi nada fácil passar, lutar até contra gente que torceu o nariz pra minha escolha e sempre pensou que se eu não fosse virar Fátima Bernardes, pra quê ser jornalista? Mas lá aprendi muito. Aprendi a ser mais critica, não acreditar em tudo o que sai por aí e ver que é possível induzir com palavras. Hoje consigo criticar a diagramação de um jornal, perdi o (terrível) hábito do gerundismo que eu tinha na escrita,  conheci gente muito legal, conheci gente nem tão legal assim… São essas  coisas que, a partir de hoje eu vou levar comigo da faculdade, pPor que do diploma eu nem preciso mais. Não concordo com a decisão, mas não deve ser o fim do mundo, pelo menos por enquanto.


Ato público pela obrigatoriedade do diploma de jornalista

Recebi por email de vários professores da faculdade, divulgando esse ato público para que a obrigatoriedade do diploma de jornalista seja mantida.

A manifestação vai acontecer amanhã, dia 31 de março, a partir do meio- dia na Cinelândia, aqui no Rio de Janeiro. No dia 1º de abril o STF vai julgar o recurso que bota em discussão sobre o diploma.